Living The Life Without Labels

Posts com tag “banda

Lançamento do Kutless em 2017

A banda da BEC Recordings, Kutless, lançará o seu novo álbum ALPHA / OMEGA em 10 de novembro. O décimo álbum de estúdio da banda já está disponível para pré-encomenda. Com seu próximo álbum ALPHA / OMEGA, a Kutless criou uma coleção de músicas de rock e adoração de faixas originais e de capa que são verdadeiras para aquilo que a banda tem sido nos últimos 17 anos. Eles queriam criar um projeto que envolvesse a comunidade cristã e tivesse o maior impacto. As músicas são verdadeiras para o que está no centro da banda – rock e adoração.

“Nossa banda realmente começou como uma banda de adoração enquanto estávamos na faculdade, e isso se tornou o ponto de partida para a música que faríamos nos últimos 15 anos”, compara o líder Jon Micah Sumrall. “Eu acho que muitas pessoas pensam que a música de adoração e a música rock estão em desacordo uma com a outra. Eu acho que uma das coisas realmente únicas sobre nossa banda é a capacidade de combinar esses dois mundos juntos”.

Track Listing:

01. Your Great Name

02. Strong Tower

03. King Of My Heart

04. Cornerstone

05. You Are Love

06. Great Are You Lord

07. Your Love Awakens Me

08. Shepherd Of My Soul

09. Gave It All (I Surrender All)

10. No Wonder

 

Traduzido de New Release Today.

Anúncios

Stryper anuncia o baixista novo Perry Richardson

A banda de rock multi-platinum retornará do hiato em 2018 com o novo álbum e a próxima turnê

Depois de meses de especulação, a banda de rock multi-platinum Stryper está animada para anunciar a adição do baixista icônico Perry Richardson à programação da banda. Richardson junta-se aos membros originais Michael Sweet (vocal e violão), Robert Sweet (bateria) e Oz Fox (guitarra), todos os quais estão atualmente em pré-produção em seu próximo álbum devido em 2018 pela Frontiers Music SRL.

A posição de baixista ficou disponível após o sucesso do 30th Anniversary To Hell With The Devil Tour do ano passado, que teve grande número de faixas e apresentou a maior produção de som e iluminação da Stryper em quase duas décadas. Perry se torna apenas o terceiro baixista para preencher esse slot na carreira de 34 anos da banda.

Richardson é mais conhecido como um membro fundador da multi-platinum banda Firehouse, que explodiu na cena no início da década de 1990 com singles de sucesso como “Do not Treat Me Bad”, “Love of a Lifetime” e “When I Look Into Your Eyes”. Em 1992, a banda levou para casa um American Music Award para o Favorite Heavy Metal/Hard Rock New Artist, batendo Nirvana e Alice In Chains. Desde a saída da Firehouse, Richardson permaneceu ativo visitando vários artistas, incluindo Trace Adkins e Craig Morgan.

“A primeira vez que conheci os caras do Stryper foi em 1985, quando minha primeira banda, Maxx Warrior abriu para eles em Charlotte, NC”, diz Richardson. “Desde essa primeira reunião, eles sempre foram uma das minhas bandas favoritas e uma grande influência para mim, pessoalmente e musicalmente. Para ter a honra de me tornar um membro do Stryper hoje, é uma experiência indescritível para mim. Estou tão sobrecarregado que posso, diga-se de passagem, ser solicitado a ser um membro de uma das minhas bandas favoritas de todos os tempos é uma das maiores honras da minha carreira. Estou ansioso para fazer parte deste próximo capítulo do legado do Stryper . Estou pronto para balançar o mundo com meus novos irmãos!”.

“Perry é um ajuste perfeito dentro da nossa banda”, acrescenta Michael Sweet, o líder da Stryper. “Ele é um incrível cantor, um excelente baixista e apenas um grande ser humano. No momento em que ensaiamos pela primeira vez com Perry, nós sabíamos que estava certo. Nós cantamos harmonias e os sons de voz soaram incríveis. Ele compartilhou histórias de como Stryper era um de seus bandas favoritas e que ele sempre nos respeitou. Isso significou muito para ouvi-lo dizer isso. Ele trouxe um espírito amável e humilde para a banda. Ele é um cavalheiro profissional e absoluto. Seu currículo é bastante extenso e tão impressionante quanto ele. Obrigado. Temos a honra de tê-lo em nossa equipe e estamos extremamente entusiasmados com o futuro!”.

Stryper continua a dominar a cena de Hard Rock/Heavy Metal. Seu nono álbum de estúdio, Fallen (Frontiers Music SRL), foi lançado em outubro de 2015 e estreou no topo das tabelas do Billboard, incluindo o n. ° 2 no quadro Top Hard Music Albums, # 2 no quadro Top Contemporary Christian Albums, # 2 em The Top Christian/Gospel Albums e # 5 no Top Current Rock Albums chart.

Balançando desde 1984, Stryper é responsável por álbuns clássicos clássicos dos anos 80 como Soldiers Under Command, To Hell with the Devil e In God We Trust. De fato, Stryper é a primeira banda a ter duas músicas no Top 10 da MTV simultaneamente com seus sucessos “Free” e “Honestly”. Depois de um ano sabático durante grande parte da década de 1990, Stryper voltou forte no início do século XXI. Até à data, a banda ganhadora de Dove Award e GRAMMY vendeu mais de 10 milhões de discos em todo o mundo.

Para mais informações, visite www.stryper.com.

Traduzido de New Release Today.


Megadeth se apresenta hoje em São Paulo

Ícone do heavy metal, a banda americana, liderada pelo guitarrista Dave Mustaine, faz show no Espaço das Américas, nesta terça (31). Recentemente, o grupo conquistou o Grammy de melhor performance de heavy metal pelo trabalho em “Dystopia” (2016), seu 15º álbum, que deve servir de base para a apresentação. Hits da carreira também aparecem no set list.
Espaço das Américas – R. Tagipuru, 795, Barra Funda, região central, tel. 4003-6860. 8.000 pessoas. Ter. (31): 22h. 90 min. 18 anos. Ingr.: R$ 240 a R$ 440. Ingr. p/ eventim.com.br.

Fonte: Folha de São Paulo


Skymetal lançará coletânea comemorativa dos 20 anos da banda e anuncia campanha para ajudar ex-integrante que está lutando contra o câncer

O Skymetal estará lançando, se possível ainda esse mês, uma coletânea celebrando os nossos 20 anos de estrada. O material contará com musicas dos nossos 4 álbuns e algumas faixas da nossa primeira demo e versões ao vivo. TODA A RENDA que for capitada pelas vendas da coletânea será REVERTIDA para o tratamento medico do nosso antigo baixista e amigo Lucio Rodrigues da Silva que luta bravamente contra um câncer.

Às lojas, selos e outros parceiros que queiram participar desta iniciativa, façam contato com o nosso brother Cássio Adriano A. Oliveira para mais detalhes.

Quem quiser ajudar o Lucio de forma mais rápida e direta segue adiante a conta bancaria para o deposito de ofertas.

Caixa Econômica Poupança
Agência 0162
Operação 013
Num da Conta: 00050603-0
CPF: 015.075.126-51
Lúcio Rodrigues da Silva

Contamos com a sua ajuda!
Deus abençoe a todos!

Via: Facebook


Escândalo na música gospel envolvendo verba pública. A Banda Resgate se recusa a participar da maracutaia.

banda resgate

Esta semana fomos presenteados com um exemplo de ética cristã e, antes de tudo, de cidadania. E para os cansados das “vergonhas”dos evangélicos, a boa notícia veio de onde menos se espera, o tal cenário musical gospel.
Bom, não tão inesperado assim para quem conhece os dinossauros do Rock da Banda Resgate, mas ainda assim, uma surpresa para a maioria.
Recentemente, a Prefeitura da cidade goiana de Anápolis, um dos municípios com maior percentual de população evangélica do país, andou pressionada (e cobrada) pela população organizada e pela mídia local por gastos no patrocínio de shows e eventos (gospel, inclusive). Em um momento em que o poder público não consegue prover com o que arrecada o mínimo nos serviços básicos de saúde, limpeza e educação, torrar centenas de milhares de reais em eventos de entretenimento não parece fazer o menor sentido.
No entanto, dois eventos “evangélicos”, organizados na cidade parecem ter conseguido o “milagre da verba pública”. O primeiro foi um encontro de jovens de uma Assembleia de Deus do ministério Madureira (Aff, quem imaginaria!) e o segundo o II Festival de Música Gospel. Juntos, os dois eventos custaram aos cofres públicos mais de 320 mil reais.
E foi justamente o II Festival de Música Gospel que produziu o verdadeiro milagre, não o dá captação da verba pública, mas o do vislumbre de quem há quem não tenha se dobrado à Baal no meio da música gospel. Sim. Há remanescentes!
A Banda Resgate ao tomar conhecimento de que o evento para o qual foram convidados seria financiado com verba pública em meio a grande celeuma da mídia local, se adiantou e cancelou a sua participação, conforme nota reproduzida a seguir. Outras personalidades convidadas, entre outras: Kleber Lucas e Disco Praise não aderiram ao protesto e devem se apresentar.
Banda Resgate cancela show em Anápolis após saber que seria paga com dinheiro da Prefeitura - Portal 6 Google Chrome, Hoje at 05.16.13

Refrigerio é o que define.

A vergonha gospel já está metida até as narinas na lama dos eventos musicais financiados com verbas públicas e à serviço da política eleitoreira. Em 2011, Ana Paula Valadão se envolveu em um escândalo na gravação de um DVD patrocinado pela prefeitura de Natal envolvendo um cachê de 250.000 reais e que foi objeto de investigação pelo Ministério Público. (confira AQUI).
Fonte: Genizah

Lipstick anuncia campanha de caridade para as vítimas de massacres

lipstickbanner

A banda glam rock americano Lipstick anunciou uma campanha especial de caridade para o mês de dezembro. Todos os lucros das vendas da edição especial de seu álbum de estreia autointitulado irá para a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha (IFRC). Lipstick escolheu esta caridade, a fim de ajudar as vítimas de chacina em sua terra natal Estados Unidos, mas também para ajudar as vítimas dos recentes atentados terroristas na França.

Nós realmente queríamos fazer algo para ajudar as vítimas desses fuzilamentos em massa“, afirma o vocalista Greg Troyan. Nós já estávamos pensando em fazer esse fundraiser de caridade quando ouvimos a notícia da chacina em San Bernardino, o que torna tudo ainda mais pungente. A Cruz Vermelha está consistentemente nestes tempos de necessidades para ajudar as vítimas destes ataques, e nós queremos fazer a nossa parte para ajudá-los.

“Nós somos uma pequena, independente banda, por isso temos de pagar do próprio bolso para gravar e lançar nossos álbuns. Mas, só porque nós somos uma banda menor, não significa que nós não queremos ajudar. Assim, todos os lucros do novo álbum durante o mês de dezembro irá diretamente para a IFRC, que não só irá ajudar as vítimas do terror que atacou Paris, mas vítimas de outras tragédias e chacinas também. O único dinheiro que não vai diretamente para o IFRC são as taxas PayPal, o custo da impressão do álbum, e o custo de envio do álbum. Caso contrário, todo o dinheiro vai para a caridade. Nós não estamos fazendo nenhum dinheiro fora destas vendas de álbuns: nós só queremos ajudar em qualquer maneira que pudermos.

A edição especial do álbum de estreia é de US$ 10, mais US$ 5 para o transporte e manuseio. O álbum está disponível tanto em CD físico como em download digital. Aqueles que comprarem a versão digital do álbum receberão duas faixas adicionais por mundialmente famosos roqueiros da nerd NUCLEAR BUBBLE WRAP.

“Obviamente, se você comprar a versão digital do álbum, você vai acabar doando mais para a caridade, porque não há nenhum custo de transporte ou impressão, por isso decidimos oferecer um bônus especial para as pessoas que compram a versão digital. Nossos amigos no NUCLEAR BUBBLE WRAP doaram gentilmente duas de suas músicas para ser parte desta promoção de caridade, por isso, se você comprar a versão digital do nosso álbum, você também pode obter duas de suas canções. Um deles é a sua música clássica, Sharktopus”, e outra é uma canção chamada “The Fault In Our Death Star” de seu próximo álbum Multiverses. Da maneira que você comprar o álbum, você está ajudando uma grande causa.

Lipstick está atualmente trabalhando no seu segundo álbum, Lipstick II.

A campanha de caridade do Lipstick decorrerá ao longo de todo o mês de dezembro. Para comprar a edição especial do álbum de estreia e contribuir para a campanha de caridade do Lipstick, clique em www.lipstickgeneration.com/merch

Lipstick track listing:

1. “We’re Here To Rock You”
2. “I Like The Way I Rock”
3. “Alone”
4. “Merle”
5. “Having Fun”
6. “The Conan Song”
7. “I Want The World To Know”
8. “The Flash”
9. “Tonight”
10. “Love One Another”
11. “Rock N Roll Forever”
12. “It’s Christmas (And You Don’t Want Me Here)”
13. “Having Fun (Alternate Mix)” (Bonus Track)
14. “Illium” (Bonus Track)
15. “Fight Club” (Bonus Track)
16. “I Want The World To Know (Alternate Take)” (Bonus Track)

LIPSTICK online: www.lipstickgeneration.com & www.facebook.com/lipstickgeneration

Traduzido de: Angelic WarLord


Michael Sweet do Stryper : “Nós somos mais rebeldes que a maioria das outras bandas”

michaelsweetstryper2015_638

Em uma nova entrevista com TheGreat Southern Brainfart, o vocalista do STRYPER, Michael Sweet, abordou sobre acusações de alguns fãs de que “falso schtick cristãoda banda não é nada mais do que um marketing “gimmick“. Ele disse: “As pessoas que dizem ou disseram que ele é um chamariz ou que nós fazemos isso por dinheiro, eu acho que isso é uma das coisas mais estúpidas que já ouvi. Se você quebrá-lo para baixo e pensar sobre isso por um segundo, por que escolheria para cantar uma das coisas mais impopulares na nossa sociedade para ganhar dinheiro? Não há nenhum sentido nisso. Primeiro, nós não fizemos muitos dólares e, em segundo lugar, se as pessoas soubessem o calor que temos tido e ainda temos em uma base diária, porque nós estamos para o que defendemos.

Ele continuou: “Eu também vou deixar por isso e dizer que eu sinto que somos mais rebeldes do que a maioria das bandas lá fora, por causa do que nós defendemos. Metal é tudo sobre rebelião e rapazes que cantam sobre Deus são um bando de covardes. e eles não são rebelds em tudo. Eu tenho que contesta esta afirmação dizendo que nós somos mais rebelde do que a maioria lá fora. Você vai encontrar-me uma banda de metal que está indo para tocas na Indonésia, subir no palco, cantar sobre Jesus e jogar Bíblias para o público na frente de um grupo de muçulmanos. Vai me encontrar.

Sweet também falou sobre o fato de que o STRYPER é mais honesto em seus esforços contínuos para enfatizar valores e mensagens cristãs do que muitos músicos de metal que cantam sobre satanás e guerra, mas vão à igreja no domingo. Ele disse: Tom Araya do Slayer chega lá em cima com os pentagramas e cruzes de cabeça para baixo e os gritos e o mal, mas depois ele fica fora do palco e vai à igreja. Não me interpretem mal, eu acho que isso é ótimo, mas ele também põe em causa a profundidade do que eles estão fazendo e que eles estão fazendo isso para alguém.

Perguntado se é um objetivo subjacente do STRYPER obter todos os seus fãs a se converter ao cristianismo, Sweet disse:.. “Absolutamente não. Nós nunca tentamos converter pessoas que eu quero dizer, se há alguém que está lá que quer falar conosco sobre Deus ou dizem que estão apenas quebrados e estão olhando para aprender mais sobre Deus, é claro. Nós vamos fazer isso. Vamos jantar com eles e conversar com todos eles sobre isso, mas nós não vamos chegar lá e dizer, ‘Venha ou queime no inferno!’ Um monte de cristãos toma essa abordagem, mas nós não. Nós não estamos sobre isso e nós nunca fomos sobre isso. Isso não me excita assim como qualquer outra pessoa. Estamos apenas totalmente embasados em amar as pessoas e sair com pessoas. Nós vamos nos apresentar em bares.

Ele continuou:.. “Rob Halford [JUDAS PRIEST] veio e nos viu no Canadá há alguns anos. Nós saímos nos bastidores, tomamos um drinque, e ele veio em cima do palco e agarrado com a gente. Nós somos amigos com todos esses caras e isso é o que é toda base. A base é o amor e o respeito”.

O novo álbum do STRYPER, “Fallen“, entrou na parada Billboard 200 na posição No. 43, com vendas na primeira semana de pouco mais de 10.000 unidades quase todas de vendas de álbuns puros. O conjunto segue o No. 35peaking No More Hell To Pay“, que foi lançado em 2013.

O Top 200 da Billboard classifica os álbuns mais populares da semana com base no consumo multi-métrico, que inclui as vendas de álbuns tradicionais, faixas de álbuns equivalentes (TEA) e o streaming de álbuns equivalentes (SEA).

Fallen” foi lançado em 16 de outubro via Frontiers. O CD foi gravado em SpiritHouse Recording Studios em Northampton, Massachusetts e inclui uma versão cover do clássico do BLACK SABBATH After Forever.

Traduzido de Blabbermouth

(http://www.blabbermouth.net/news/strypers-michael-sweet-were-bigger-rebels-than-most-bands-out-there/#7iS5GV1Hd2BHWKl4.99)