Living The Life Without Labels

COLÔMBIA — manifestações contra o governo por favorecer os terroristas das FARC

índice

Paulo Roberto Campos

Assim como no Brasil e em outras nações vizinhas, o povo colombiano também está acordando. No dia 2 de abril, apesar do mau tempo em algumas regiões, os colombianos tomaram as ruas de 22 cidades para protestar contra o governo pró-bolivariano de Juan Manuel Santos. E sobretudo contra a suicida negociação, promovida por ele em Cuba, para estabelecer um “acordo de paz” com o movimento narcoterrorista das FARC, que há seis décadas flagela a Colômbia na tentativa de tomar o poder e implantar um regime marxista.

Se for aprovado o pseudo-acordo de paz os terroristas entrarão na política para adquirir foro privilegiado e, uma vez empoleirados no governo, não desejarão largá-lo, nem serão mais processados pelos numerosos crimes que cometeram.

Os colombianos desejam obviamente a paz, mas sabem que para isso é necessário que os terroristas respondam por seus crimes, entreguem as armas e sejam encarcerados.

Sabem também os colombianos que os guerrilheiros comunistas das FARC, não conseguindo tomar o poder por meio das armas, querem mudar o método: conquistá-lo através da política. E isto com apoio do atual mandatário da Colômbia, que, por sua vez, conta com a colaboração de nações vizinhas. Um dos representantes do Brasil para ajudar a implantação dessa verdadeira farsa é Marco Aurélio Garcia, grande amigo de Hugo Chávez.

(*) Paulo Roberto Campos é jornalista e colaborador da ABIM.

Fonte: Agência Boa Imprensa – (ABIM)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s