Living The Life Without Labels

“Deus os entregou aos desejos dos seus corações”

Gregorio Vivanco Lopes

pastando1

As seguintes afirmações do Apóstolo das Gentes são de molde a causar grande impacto:

“Conhecendo a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças. Pelo contrário, extraviaram-se em seus vãos pensamentos, e se lhes obscureceu o coração insensato. Pretendendo-se sábios, tornaram-se estultos. […]

“Por isso, Deus os entregou aos desejos dos seus corações, à imundície, de modo que desonraram entre si os próprios corpos. Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura em vez do Criador, que é bendito pelos séculos. […]

“Como não se preocupassem em adquirir o conhecimento de Deus, Deus entregou-os aos sentimentos depravados, e daí o seu procedimento indigno” (Rom I, 21-28).

Tais afirmações de São Paulo se referem aos pagãos, que não conheceram Jesus Cristo. O que diria Ele dos neopagãos, que conheceram e recusaram Nosso Senhor?

Enfim, o comentário está feito. Vamos aos fatos.

pastando2

Noticia o “Globo Rural” (28-8-15): “Homem vive três dias como um bode. O inglês Thomas Thwaites, 34 anos, decidiu encarar a experiência de viver como animal”.

Para isso, “encomendou membros protéticos e passou até por um procedimento neurológico para encarar o desafio”.

Ele explica como tomou a decisão: “Um dia, eu estava indo atrás do cão do meu sobrinho e ele estava correndo e latindo com grande prazer. Então pensei que seria ótimo ter uma temporada abandonando o meu lado humano. Thomas consultou então um xamã, que lhe indicou que ele deveria ser um bode!

Ele conta que passou por uma estimulação magnética transcraniana, procedimento em que um potente eletroímã é posto perto da cabeça, com a finalidade de cortar a atividade perto do cérebro. “Foi capaz de parar a minha capacidade de falar, temporariamente!”.

Thomas dormiu, conviveu e tomou água com os bodes nos Alpes.

A “experiência” não é simplesmente a de um louco, mas parece fazer parte de um plano para degradar o gênero humano. É pelo menos o que se deduz do fato de que “a transformação de Thomas foi financiada pela Wellcome Trust, instituição independente, criada em 1936, que visa melhora na qualidade da saúde de homens e animais”!!!

*        *        *

unnamed

O site de notícias R7 informa que um artista performático australiano, Stelios Arcadiou (Sterlarc), 69 anos, fez um implante de orelha no próprio braço.

A orelha extra que Sterlarc implantou no braço foi cultivada através de cultura celular, para mais tarde ser colocada no seu novo lugar através de cirurgia.

*        *        *

O que pensar diante de tais monstrificações voluntárias da natureza humana? Os antigos pagãos foram varridos da face da Terra. O que sucederá aos novos?

(*) Gregorio Vivanco Lopes é advogado e colaborador da ABIM

Fonte: Agência Boa Imprensa – (ABIM)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s