Living The Life Without Labels

O que é o Inferno? (Parte 1)

Burning-in-Fire-123rf-11551751_xxl

 

Apesar da incredulidade de alguns, a Bíblia diz que o inferno existe. Que é um lugar de tormentos e sofrimento também sabemos. Mas existe uma certa confusão a respeito das diferenças entre o inferno, a prisão dos anjos caídos e o destino final dos ímpios.

O inferno não é o lugar dos demônios, nem mesmo a casa de satanás, nem ainda o destino final dos ímpios.

Salmo 9.17 deixa claro que o inferno é o lugar onde são lançados os ímpios e todas as nações que se esquecem de Deus. A palavra no original hebraico é sheol e significa literalmente sepultura. No sentido em que sheol é utilizado no texto, significa “lugar dos mortos”. Provérbios 5.5 fala que o adultério conduz a este lugar, e dá para notar pelo contexto que este lugar é muito mais que uma simples sepultura. Oseias 13.14 diz que Deus remiria o Seu povo do poder do inferno, mais uma vez retratando-o  como um lugar de destruição.

Em Mateus 5.22, Jesus diz que aquele que xinga a seu irmão está sujeito ao inferno de fogo. A palavra aqui é Gehena, o vale de Hinom, um depósito de toda a espécie de imundície, fora de Jerusalém, onde o fogo queimava continuamente. Era famoso por ser local de sacrifícios humanos pelo fogo, durante os reinados de Acaz e Manassés (2Cr. 28.3; 33.6). Jeremias chamou-o o “vale da matança”, um símbolo do terrível juízo de Deus (Jr. 7.32).

Nesse ponto, a gente já percebe que “inferno” (que vem do latim) é uma palavra polissêmica atribuída como significado de sheol, Gehena e Tártaro. Sheol, já sabemos, significa sepultura e indica o lugar dos mortos, daqueles que morrem sem Deus e assim como Hades tem o mesmo significado (Hades vem do grego). Gehena indica o juízo final e indica o lago de fogo, onde serão lançados todos os que não se acharem inscritos no livro da vida, a morte e até o inferno (Ap. 20.10, 14-15). Então há uma diferença entre inferno e lago de fogo. E Tártaro, que alguns chamam de inferno, é melhor traduzido por abismo, que é o lugar da prisão dos anjos que pecaram (2Pe. 2.4). É nesse lugar onde satanás será preso por mil anos e depois será solto (Ap. 20.1-3, 7-8).

Jesus fala sobre o destino final, Gehena, também em Mateus 5.29; 18.9; Lc. 12.5; 16.19-31 e sobre o lugar dos mortos (Hades ou Sheol) em Mateus 16.18. Ap. 6.8 e 20.14 também falam do lugar dos mortos.

Continua…

Texto de Amauri Menezes, Metal Missionary.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s