Living The Life Without Labels

Músicas cristãs com letras erradas (2)

chants-789290

Pois então, hermanos! Pensei que um post fosse suficiente pra tratar de músicas evangélicas com letras duvidosas, mas me vejo obrigado a voltar com o tema, já que alguns compositores insistem em atropelar a Bíblia, a Teologia e, quiçá, a Língua Portuguesa já exausta de tanto ser ferida!

Trago-vos então, amados leitores, a análise de mais três músicas, e uma quarta, cujo tema já abordei no post anterior sobre o assunto.

Música: Última Chance

Intérprete: Ministério Ipiranga

Trecho: “Quero estar em Tua presença,/Nem que seja a última vez!”

Taí uma coisa que eu não quero: estar na presença do Senhor pela última vez!

Primeiro, porque o Espírito Santo habita em mim; então, eu quero Sua presença 24 horas por dia. “Acaso, não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?” (1Co. 6.19).

Segundo, porque o Senhor Jesus prometeu estar conosco todos os dias até a consumação dos séculos e, ainda mais, nos promete a vida eterna com Ele. “E eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos.” Mt. 28.20b. “Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci e me sentei com meu Pai no seu trono.” (Ap. 3.21). Então, eu quero estar em Sua presença eternamente.

Terceiro, porque um dia na presença de Deus vale mais que mil em outro lugar. “Pois um dia nos teus átrios vale mais que mil.” (Sl. 84.10a).

Você acha que eu vou querer estar na presença de Deus pela última vez, sabendo disso? Eu quero sim estar na presença de Deus de uma vez por todas!

Música: Em Nome Do Pai

Intérprete: Édison e Telma

Trecho: “Em nome do Pai,/Em nome do Filho,/Em nome do Santo Espírito.”

Musical e poeticamente, a letra nesse refrão do Èdison Coelho está perfeita; mas, teologicamente falando, a forma como o texto apresenta o “nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” dá uma impressão que são três nomes diferentes para deuses diferentes, o que fere a doutrina da Trindade, a qual deixa claro que há um só Deus que subsiste nas pessoas do Pai, e do Filho e do Espírito Santo.

Se há um só Deus, este só pode ter um nome, o qual foi revelado em Jesus (At. 4.12).

A forma correta para a expressão é “Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo” conforme Mt. 28.19. Então, o poeta deveria ter escrito a letra assim: “Em nome do Pai,/Do Pai e do Filho,/Do Filho e do Santo Espírito.”

Música: Olha o Anjo que Desce Lá da Glória

Intérprete: Pra. Luciana

Trecho: “Olha o anjo que desce lá da glória…/E vai descendo agora/Vai renovando agora”

Só me cabe perguntar onde está escrito na Bíblia que anjo traz renovo(!?).

 

Música: Promessa de Deus

Intérprete: Marquinhos Gomes

Trecho: “Não morrerei enquanto a promessa não se cumprir./Quem tem promessa de Deus não morre não, não desiste não,/Pois tem a fé, a fé de Abraão.”

Essa pede as mesmas explicações da música homônima da Cassiane, no post anterior.

 

Autor: Amauri Menezes, Metal Missionary.

Uma resposta

  1. i completely agree with you.

    18/02/2013 às 15:12

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s