Living The Life Without Labels

Autores falam sobre o retorno do Coringa às HQs

 

Scott Snyder e Greg Capullo, que formam a dupla que vem comandando com sucesso a série de Batman – a mais vendida da DC Comics – estão prestes a embarcar em mais um embate clássico do herói com o Coringa. E querem realmente que seja um clássico.

Em entrevistas, os dois afirmam que a história que começa em Batman #13 – outubro nos EUA – está pensada como um dos grandes confrontos entre Homem-Morcego e Palhaço do Crime, do nível de A Piada Mortal ou do filme O Cavaleiro das Trevas.

Snyder diz que o sumiço do Coringa – ele apareceu pela última vez em Detective Comics #1 (publicada aqui recentemente em Batman 1), quando teve a pele do rosto cirurgicamente retirada pelo vilão Dollmaker – foi proposital, em uma estratégia da DC para lançar novos Bat-vilões. E o fato do personagem ficar sem rosto também tem a ver com os planos do roteirista.

A história que irá até a edição 17 de Batman, nos EUA, chama-se “Death of the Family” (“a morte da família”) – referência a “Morte em Família”, saga dos anos 80 que culminou com Coringa matando o Robin Jason Todd. Snyder diz que o vilão retorna com um segredo grande, que tem tudo para partir ao meio a Bat-família. E que vai circular pelo Bat-universo visitando os morceguinhos, com participações especiais nas séries Nightwing, Batman and Robin, Teen Titans (o time é comandado pelo ex-Robin Tim Drake), Red Hood and the Outlaws, Batgirl e Suicide Squad (onde está Arlequina).

Mas a proposta do roteirista quanto a como abordar a relação Batman-Coringa talvez seja o que há de mais inovador. “Eu acho que ele se considera o bobo da corte do Batman, como se Batman fosse o rei. O jeito que ele serve a Batman é tornar reais os piores pesadelos do herói, para deixá-lo mais forte. Ele conhece os segredos mais obscuros, o lado negro no coração do homem-morcego… Ele gosta deles. Diz para Batman não ter medo deles… ‘Celebre as coisas que o tornam patologicamente igual a mim, porque elas são maravilhosas.’ Para mim, isto é o Coringa, ele é o demônio no ombro de Batman. Ele sabe como abordá-lo, sabe do que ele tem medo… E é por isso que gosto tanto do personagem, porque ele quer que o Batman ria dessas coisas junto com ele, mas elas são horríveis”, diz Snyder em entrevista à MTV.

Já Capullo, em entrevista ao Newsarama, avisa aos leitores que devem consultar o médico quanto a problemas cardíacos ou qualquer enfermidade que possa causar convulsões. “A DC não quer ser responsável por fatalidades ou hospitalizações de pessoas jovens ou idosas que possam vir a achar esta história forte demais”, disse o desenhista, que também está repensando o visual do vilão – respeitando o original, mas trabalhando com o fato do personagem não ter mais rosto.

 

Fonte: Omelete.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s